TJBA realiza I Simpósio 2024 Prêmio CNJ de Qualidade

O I Simpósio 2024 Prêmio CNJ de Qualidade, organizado pela Secretaria de Planejamento e Orçamento (Seplan) do Tribunal de Justiça da Bahia (TJBA), tratou dos principais itens do Prêmio CNJ de Qualidade entregue, anualmente, pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A premiação está dividida em quatro eixos: Governança; Produtividade; Transparência; Dados e Tecnologia. 

 

Presidido pela Desembargadora Cynthia Maria Pina Resende, o Simpósio, realizado nesta quinta-feira (07), agregou Desembargadores e Secretários do Tribunal, envolvidos com a premiação, para avaliar sobre os itens necessários a serem cumpridos até o meio do ano, período final de envio de resultados ao CNJ. Esse primeiro Simpósio direcionou as unidades envolvidas para os principais pontos a serem atendidos. O objetivo da Seplan é realizar mais dois encontros até o final do processo. 

 

A Presidente do TJBA ressaltou que “precisamos nos atentar que o prêmio avalia o ano anterior, que teve uma ótima gestão do Desembargador Nilson Soares Castelo Branco, mas o nosso objetivo é continuar melhorando nossa atuação e alcançar o Selo Diamante”. O TJBA recebeu, em 2023, o Selo Prata na categoria Justiça estadual. 

 

Saiba mais sobre a conquista do TJBA em 2023, clicando aqui

 

Prêmio CNJ de Qualidade – O Prêmio CNJ de Qualidade foi criado em 2019, em substituição ao antigo Selo Justiça em Números, implementado desde 2013. Em cada segmento de justiça, os Tribunais são classificados em quatro categorias, a saber: “Excelência, “Diamante”, “Ouro” e “Prata”. A premiação do ano de 2024 será conferida durante o 18º Encontro Nacional do Poder Judiciário, espaço onde são reunidos todos os Presidentes dos Tribunais para debater e votar as Metas Nacionais do ano seguinte.

 

Fonte: Site do TJBA