07/07/2021 – G1 Minas – Com meses mais letais da pandemia, Minas Gerais tem recorde de testamentos no 1º semestre de 2021

Até junho de 2021, foram realizados 1.532 testamentos. No mesmo período de 2020, foram 1.005.

O número de testamentos foi recorde em Minas Gerais no primeiro semestre de 2021. O crescimento foi de 52% comparado ao mesmo período de 2020. Até junho, foram realizados 1.532 testamentos. No mesmo período de 2020, foram 1.005.

“Mortes causadas pela pandemia e maior preocupação com o planejamento sucessório explicam o crescimento. Foi o maior número da história superando 2019, quando foram 1.285 lavraturas testamentárias. A morte ficou mais próxima de todos nós nos últimos dois anos e acredito que isso tenha feito as pessoas refletirem mais sobre elas e planejarem a destinação de seus patrimônios”, disse o presidente do Colégio Notarial do Brasil, Seção Minas Gerais, Eduardo Calais.

Também houve aumento no número de testamentos que valem com a pessoa ainda em vida. O registro do documento conhecido como testamento vital teve crescimento de 47% em 2021 em relação ao mesmo período de 2020.

Foram realizados 22 testamentos vitais entre os meses de janeiro a maio. Em 2020, foram 15.

Testamento On-line

Desde 2020, é possível fazer também o testamento de forma online. É preciso um Certificado Digital Notariado emitido, de graça, pelos Cartórios de Notas cadastrados, ou um certificado padrão ICP-Brasil, o mesmo utilizado para envio do Imposto de Renda de Pessoa Física.

Um link para videoconferência será enviado para o e-mail indicado pelo usuário e, em seguida, é possível assinar o documento pelo computador ou celular. O valor online é o mesmo do presencial em cartório, a partir de R$ 308.

Em Belo Horizonte são 10 cartórios que fazem o registro e os endereços estão disponíveis no site do Colégio Notarial do Brasil.

Fonte: G1