TJPR se destaca nos índices de conciliação do CNJ

Relatório “Justiça em Números 2023” do CNJ traz o tribunal paranaense nas primeiras posições em cinco índices no método de conciliação

O Tribunal de Justiça do Estado do Paraná (TJPR) se destacou no ranking do Relatório “Justiça em Números – Edição 2023”, publicado recentemente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em cinco diferentes índices no método de conciliação. “O alcance das primeiras posições pelo TJPR em ambos os índices de conciliação analisados no relatório é motivo de alegria. Consagra os resultados do extensivo trabalho realizado ano após ano, das políticas e projetos adotados para o fomento e difusão dos métodos de solução consensual de conflitos, de modo a alcançar, cada vez mais, a diminuição da litigiosidade e, primordialmente, a pacificação social”, comemorou o desembargador Fernando Antônio Prazeres, 2º vice-presidente do TJPR.

Na próxima semana vai acontecer a XVIII Semana Nacional da Conciliação, organizada pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), entre 6 e 10 de novembro de 2023, e o TJPR vai realizar um mutirão para atender aos pedidos de conciliação realizados no Paraná que se inscreveram para esta edição. O TJPR selecionou os processos inscritos com possibilidade de acordo e vai intimar as partes envolvidas para as audiências nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc). Além da Semana Nacional, a conciliação pode ser realizada durante todo o ano e é considerada uma solução judicial permanente.

Principal fonte de publicidade e transparência, anualmente, desde 2004, o Relatório do CNJ reúne dados gerais da atuação do Poder Judiciário, além de abranger informações sobre as despesas, as receitas, o acesso à justiça e a diversos outros indicadores processuais, de forma a mensurar, por exemplo, o desempenho, a informatização e a produtividade.

O Relatório Justiça em Números 2023 do CNJ está disponível no site do CNJ.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Paraná