29/10/2021 – Palestra da Aripar com o grupo Txai debate a aplicação da LGPD aos cartórios

Tratamento de dados pessoais foi pauta do encontro que reuniu mais de 60 pessoas

 

A Associação dos Registradores de Imóveis do Paraná (Aripar), em parceria com o grupo Txai, realizou uma palestra aos associados e colaboradores da entidade para falar sobre a implementação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) nos cartórios extrajudiciais. Mais de 60 pessoas assistiram à palestra que aconteceu nesta terça-feira (27/10) por meio da plataforma Google Meet.

 

Visando contribuir com questões mais práticas, a palestrante Denise Fernandez da Cruz, diretora executiva do grupo Txai, abordou os conceitos teóricos da LGPD e como lidar com todos eles colocados em prática, principalmente pelos registradores de imóveis, que são profissionais que lidam com muitos dados pessoais cotidianamente. “O tratamento e proteção de dados pessoais é assunto presente no cotidiano da atividade”, afirmou Denise. Tudo isso ganha ainda mais projeção neste momento em que o Senado aprovou a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 17/2019. Esta PEC torna a proteção de dados pessoais um direito fundamental, inclusive em relação aos dados nos meios digitais.

 

O objetivo da palestra foi proporcionar maior compartilhamento de informações que auxiliem na prática diária do uso de dados pessoais. Tendo em vista que os cartórios possuem uma elevada base de dados, é fundamental que seja feita a correta gestão e administração. Para Denise, “isso é se adequar à LGPD”.

 

A PEC 17/2019 também estabelece a proteção dos dados pessoais como direito individual, garantindo à população a inviolabilidade de suas comunicações. “Por isso a gestão tem que ser olhada de forma profunda, não só para atender lei, mas para gerar benefícios à sociedade”, disse Denise, ressaltando, ainda, a importância do líder, ou seja, do registrador oficial do cartório assumir uma nova postura para possibilitar uma mudança na cultura organizacional.

 

A diretora executiva do grupo Txai também explanou o mapeamento de dados, o tratamento conferido a eles e aos dados sensíveis, priorizando os cuidados a serem tomados com as informações que os cartórios recebem até mesmo na hora de coletar dados de funcionários e o compartilhamento deles dentro da serventia, ressaltando, assim, a responsabilidade em relação a tramitação dos dados. A diretora, ainda, exemplificou com modelos para ajudar na prática do dia a dia e reafirmou a necessidade de que todos os dados estejam devidamente registrados, em todos os setores.

 

Para finalizar, a presidente da Aripar, Mariana Carvalho Pozenato Martins, agradeceu a participação de todos os associados e colaboradores e a troca de experiência com as informações destacadas. “A Aripar está unida como entidade para um total comprometimento com a qualificação e adequação da classe à LGPD”, completou.

 

Os associados podem conferir toda a transmissão, bem como os materiais apresentados na palestra, dentro da área do associado no site da Aripar.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação – Aripar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *