24/03/2021 – AL/PR – CCJ aprova apadrinhamento afetivo de crianças e adolescentes abandonados

O Grupo acompanhou parecer favorável pela constitucionalidade de projeto do deputado Evandro Araújo (PSC) instituindo no Paraná os Padrinhos e Madrinhas do Coração.

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Paraná aprovou, em reunião na tarde desta terça-feira (23), parecer favorável ao projeto de lei 371/2019, do deputado Evandro Araújo (PSC), que institui o apadrinhamento de crianças e adolescentes no estado. A proposta é possibilitar o acolhimento de crianças órfãs ou sob tutela do Estado por padrinhos e madrinhas do coração nos finais de semana, feriados e datas comemorativas.

 

Presidida pelo deputado Delegado Fernando Francischini (PSL), a CCJ acompanhou o relatório favorável do deputado Tião Medeiros (PTB) para o projeto que visa promover a inserção social de crianças e adolescentes com a interação destes padrinhos e madrinhas. Pela justificativa do texto, “existe nas entidades de acolhimento um sentimento de solidão vivido por crianças e adolescentes, decorrente da ausência de referências afetivas”.

 

Ainda de acordo com a justificativa do projeto de lei, a aproximação de padrinhos e madrinhas, que poderão passear com os apadrinhados nas datas definidas, além de fazer visitas em dias de semana acordados, “cria-se mais um instrumento de autoestima de crianças e adolescentes, por uma nova oportunidade de receberem afetos e cuidados”. “Essa experiência pode ajudar na superação da solidão, muito comum em jovens em situação de abandono quando atingem a maturidade”, complementa o texto.

 

Fonte: AL/PR