17/05/2021 – TJ/BA – Plantando Amor: projeto do PJBA realiza 45 exames de DNA para reconhecimento de paternidade

Uma separação que durou 50 anos. Duas possíveis irmãs, afastadas ainda pequenas, se reencontraram por acaso e, nesta sexta-feira (14), se beneficiaram do projeto Pai Presente para confirmar o parentesco. Essa é a história de Ana Maria de Jesus e Maria Cláudia Conceição, que souberam por meio da televisão do evento promovido pelo Poder Judiciário da Bahia (PJBA).

O Pai Presente é uma ação do PJBA que promove, gratuitamente, exames de DNA para comprovação de paternidade. Nesta edição, que começou na terça-feira (11), e finalizou nesta sexta-feira (14), o projeto foi batizado de Plantando Amor. Dessa vez, a organização ocorreu em parceria com a 12ª Companhia Independente do Rio Vermelho, através do Comando de Policiamento Regional da Capital/Atlântico, sob a regência do Coronel PM Antônio Souza Sampaio Júnior. Os exames foram coletados na Paróquia de Nossa Senhora Sant’ana, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador-BA.

Foram realizados um total de 45 testes de DNA, entre pessoas dos mais diversos bairros de Salvador e de outros municípios como Lauro de Freitas e Ilha de Maré. Os resultados sairão em torno de 30 dias. “Costumo dizer que a descoberta da paternidade está ligada à dignidade da pessoa porque quando não se tem a paternidade definida, em muitos casos, a pessoa carrega um vazio na sua identidade”, avalia o Juiz Alberto Raimundo Gomes, Coordenador do Cejusc – Pai Presente.

“Além do trabalho de prevenção à criminalidade, na Companhia temos também esse trabalho social, que consideramos ser muito relevante para a polícia É um dilema familiar que vem sendo resolvido de forma muito célere. É um projeto frutífero, que transmite e que transborda amor”, destaca a Major Érica Patrícia, Comandante da 12ª Companhia Independente do Rio Vermelho.

O Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec) do PJBA, coordenado pelo Juiz Moacir Reis Fernandes Filho, por meio do Centro Judiciário de Solução Consensual de Conflitos (Cejusc) – Pai Presente, é responsável pelo projeto.

O evento contou com o apoio do Setor de Ação Social do PJBA, coordenado por Vanessa Travessa, do Laboratorio-Biocroma e da União dos Prefeitos da Bahia, representado pelo seu Presidente, o Prefeito Zenildo Brandão Santana.

Fonte: TJBA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.