16/12/2021 – G1 MS – Helena e Miguel lideram ranking de nomes de bebês mais registrados durante 2021 em MS; veja lista

Outros nomes despontam no ranking, os nomes curtos ainda são preferência entre os pais de Mato Grosso do Sul.

 

Nomes curtos e bíblicos bombaram nos cartórios de registro civil de Mato Grosso do Sul durante 2021. Miguel e Helena lideram os nomes mais populares entre homens e mulheres pela segunda vez consecutiva. No entanto, alguns nomes começam a se destacar, como Gael, que estreia no top 3 masculino.

 

Quase 50 mil bebês foram registrados em 2021, até meados de dezembro. De acordo com a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais de Mato Grosso do Sul (Arpen-MS), Miguel foi responsável por 533 dos registros entre os homens, enquanto o nome Helena foi registrado 419 até esta quinta-feira (16), nos 95 Cartórios de Registro Civil de Mato Grosso do Sul.

 

Na listagem dos nomes masculinos, Gael e Theo começam a firmar posições no ranking. Em 2019, Gael nem chegou a aparecer entre os 50 nomes mais registrados no estado, já em 2020 ocupou a 10ª colocação, chegando à 3ª posição em 2021. Theo também esteve fora do ranking em 2019, foi para 6ª posição em 2020 e neste ano está na 7ª colocação.

 

Já no ranking dos nomes femininos, Eloa e Liz se destacam entre os registros pelo segundo ano, conquistando um espaço na listagem. Helena continua sendo o mais registrado, seguido por Alice e Heloísa. Valentina ocupou a 7ª posição no ranking.

Confira a seguir as listas dos nomes mais registrados, até 16 de dezembro de 2021.

 

Nomes mais frequentes

Nome

Quantidade de registros

Miguel

533

Arthur

477

Helena

419

Gael

415

Alice

384

Heitor

347

Theo

288

Samuel

284

Davi

283

Gabriel

260

Fonte: Arpen-MS

 

Nomes masculinos mais frequentes

Nome

Quantidade de registros

Miguel

533

Arthur

477

Gael

415

Heitor

347

Theo

288

Samuel

284

Davi

283

Gabriel

260

Bernardo

187

João Miguel

187

Fonte: Arpen-MS

 

Nomes femininos mais frequentes

Nome

Quantidade de registros

Helena

419

Alice

384

Heloisa

248

Cecília

231

Maria Alice

224

Maitê

213

Valentina

208

Maria Júlia

201

Lorena

187

Laura

184

Fonte: Arpen-MS

 

 

Mudança de nome

A Arpen-MS destaca que mudanças no nome podem ser realizadas em cartório, até um ano após o indivíduo completar 18 anos, sem qualquer motivação desde que não prejudique os sobrenomes da família. Dessa forma é possível corrigir erros de grafia no registro.

 

Pessoas transsexuais também podem alterar o nome em cartório, sem a necessidade de autorização prévia judicial, segundo a Arpen-MS.

 

Já outras alterações, como nos casos de exposição do nome ao ridículo ou proteção a testemunhas só podem ser realizadas por meio de processo judicial.

 

Fonte: G1 MS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.