16/05/2021 – TJ/SP – Nota de pesar: Judiciário se une à dor dos paulistanos que choram a morte do prefeito de São Paulo

Bruno Covas foi um guerreiro que nunca desistiu.
Os integrantes do Poder Judiciário de São Paulo se unem aos cidadãos paulistanos, aos familiares e amigos do prefeito Bruno Covas que, depois de lutar bravamente pela vida e pelas questões administrativas, políticas e sociais da cidade de São Paulo, encerrou, no dia de hoje (16), uma trajetória, que nos deixará exemplos de coragem e bravura frente à doença que precocemente o fez deixar a vida terrena.
Mais do que um político que abraçou e cuidou dos problemas inerentes à metrópole, o prefeito paulistano, segundo ressalta o presidente do Tribunal de Justiça de São Paulo, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, “destacava-se pela delicadeza de trato que aproximava as pessoas e permitia, com isso, soluções aos problemas mais críticos enfrentados no dia a dia”. Também demonstrava em todos os seus atos o amor que tinha pelo filho Tomás e pela família, amor esse que se estendia a todos que dele se recorriam. Que sua coragem, persistência e confiança possam impregnar a todos que tenham como objetivo de vida levar à população serviço público abrangente e de qualidade.
Bruno Covas Lopes – Nasceu em 7 de abril de 1980 na cidade de Santos (SP). Formou-se em Direito na Faculdade do Largo São Francisco (USP) e em Economia na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Foi eleito deputado estadual em 2006 e reeleito no pleito seguinte. Entre 2011 e 2014 ocupou o posto de secretário estadual do Meio Ambiente. Foi eleito deputado federal por São Paulo nas eleições de 2014. Em 2017 renunciou ao mandato para assumir o posto de vice-prefeito do município de São Paulo. Com a renúncia do prefeito João Doria, assumiu a Prefeitura no ano de 2018. Em 2020 foi reeleito para a função, com 3.169.121 votos.
Fonte: Tribunal de Justiça de São Paulo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.