14/09/2021 – CNB/MG – Conheça o novo papel de segurança dos Tabelionatos de Notas de Minas Gerais

O documento possui diversos itens de segurança que garantem identidade ao notariado mineiro e evitam falsificações.

 

O Colégio Notarial do Brasil – Seção de Minas Gerais apresenta o novo papel de segurança dos Tabelionatos de Notas do Estado. O documento conta com tecnologia gráfica de última geração, que utiliza um conjunto de itens de segurança para conferir identidade ao notariado mineiro e evitar falsificações de certidões, traslados de escrituras, procurações e testamentos.

 

O Papel Moeda Padrão CNB-MG é de adesão e uso facultativo da classe, mas ele vai conferir identidade ao notariado mineiro, trazendo segurança e autenticidade, com produção e logística centralizadas proporcionando ao associado CNB-MG um menor custo final.

 

“Dando sequência nos projetos do CNB-MG, o objetivo é padronizar o papel moeda, promovendo segurança, comodidade e capilaridade”, explica o presidente do Colégio Notarial do Brasil, Eduardo Calais Pereira.

 

O novo papel de segurança possui uma faixa com um fundo geométrico na borda superior da certidão e no meio do traslado há um fundo numismático com o brasão de Minas Gerais. À esquerda, há a moeda comemorativa de Tiradentes, textos vazados com as palavras “Liberdade”, “Cidadania” e “Tiradentes”, e no fundo, imagem do patrono da Inconfidência Mineira, Joaquim José da Silva Xavier. Na parte inferior do documento, há um outro fundo numismático com a imagem da Igreja da Pampulha, cartão postal da capital mineira.

 

Já na moldura esquerda, há uma guilhocheria contendo filigranas e microtextos negativos e positivos ressaltando o “Estado de Minas Gerais” com o seu lema “Libertas Quae Sera Tamen” e com referências a vários mineiros ilustres, entre eles Tiradentes, Tancredo Neves, Juscelino Kubitscheck, Aleijadinho, Carlos Drummond de Andrade, Chica da Silva e Dona Beja. E em sua parte inferior, há também o brasão do estado de Minas Gerais e uma imagem latente da sigla MG.

 

Esses itens são produzidos com a técnica mundialmente denominada Itaglio e conhecida como Talho Doce, impressão em relevo tátil de segurança, a calcografia cilíndrica, presente nos principais documentos, como CNH, RG, passaporte e selos fiscais, por exemplo. Isso tudo para evitar falsificações.

 

Foi inserida na borda direita uma “linha viva não repetitiva” com tinya anti scanner e reagente à luz ultravioleta, formada com micro letras sinuosas. E na borda inferior direita é impressa a série e numeração única de cada documento. Veiculado ao Sistema de Controle e Rastreio, permite a consulta pública dos documentos notariais e pode ser rastreado de modo que eventuais erros de impressão, furtos e extravios de lotes sejam identificados e comunicados.

 

O traslado mineiro foi desenvolvido pela Contiplan, empresa com quase 30 anos de experiência e que alinha em seus produtos e serviços com segurança, qualidade e rastreabilidade.

 

Os tabeliães devem adquirir o novo papel de segurança por meio da Contiplan (https://etiquetamg.papeldeseguranca.com.br/). E, se adquirido juntamente com as etiquetas, terá frete único gerando mais economia.

 

Assista ao vídeo e conheça o novo papel de segurança: https://youtu.be/EkQKpc3YpnE

 

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do CNB/MG

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *