01/11/2021 – Bem Paraná – A dois meses do fim do ano, total de mortes no Paraná já é o maior de toda a história

Faltam ainda dois meses para o final do ano, mas 2021 já entra para a história como o ano mais mortal na história do Paraná. Segundo dados do Portal da Transparência dos Cartórios de Registro Civil, entre janeiro e outubro deste ano foram registrados 92.355 falecimentos no estado, com uma média de 308 registros diários. Até então, o ano com mais mortes no estado havia sido 2020, justamente o primeiro ano da pandemia do novo coronavírus, com 79.853 falecimentos ao todo.

 

Entre 2015 e 2019, antes do SARS-CoV-2 protagonizar uma das maiores crises sanitárias da história, o Paraná havia registrado um total de 392.061 falecimentos, o que dá uma média de 74.412 registros por ano. Isso significa que 2021 já registrou quase 18 mil mortes a mais do que a média dos cinco anos anteriores à pandemia

 

Antes da pandemia, o mês com mais mortes na história do estado havia sido julho de 2018, com 7.549 registros de óbitos. Já na pandemia, entre março e junho último verificou-se meses consecutivos com mais de 10 mil falecimentos no estado, com os recordes históricos pertencendo ao terceiro (12.481) e ao sexto (11.861) mês do ano, quando o estado encarou, respectivamente, a terceira e a quarta onda da doença pandêmica.

 

Por outro lado, desde julho se verifica uma tendência de queda nos registros, que passaram se 9.781 no sétimo mês do ano para 8.675 em agosto; recuaram para 7.497 em setembro; e chegaram a 5.583 em outubro, até o dia 28, quando os dados foram consultados e extraídos do Portal da Transparência.

 

Número de óbitos por Covid-10 triplica em 2021

 

A explosão de mortes e o recorde de falecimentos no Paraná em 2021 está diretamente relacionado à pandemia. Uma prova disso é que neste ano o número de mortes provocadas pela Covid-19 no estado praticamente triplicou: em 2020, foram 10.315 registros entre março e dezembro, conforme informações dos cartórios de Registro Civil; enquanto em 2021 já são 30.737 registros.

 

Além disso, no primeiro ano de pandemia o SARS-CoV-2 foi responsável por 12,92% dos 79.853 falecimentos no ano. Já neste ano, 33,28% das mortes tiveram como causa suspeita ou confirmada a Covid-19 – ou seja, praticamente um terço ou um em cada três falecimentos no estado teve o coronavírus como causa relacionada.

 

Novamente, porém, a boa notícia é que os registros apontam tendência de queda (graças à vacina, sempre bom destacar).

 

Março e junho, por exemplo, foram os dois meses com mais mortes causadas pela doença pandêmica no estado, com 6.292 e 4.959 registros, respectivamente. Desde o início do segundo semestre, porém, os falecimentos estão em queda: passaram de 2.534 mortes em julho para 1.551 em agosto; recuou novamente para 1.436 em setembro e em outubro, até o dia 28, haviam 699 registros, menor número de mortes por Covid-19 desde maio do ano passado (406).

 

Mortes por ano no Paraná

 

2021*: 92.355

2020: 79.853

2019: 73.071

2018: 75.200

2017: 73.984

2016: 76.949

2015: 72.857

2014: 68.743

2013: 69.216

2012: 67.839

2011: 68.115

2010: 66.358

2009: 64.261

2008: 63.383

2007: 61.445

2006: 60.914

2005: 58.758

2004: 59.597

2003: 57.892

 

* Dados até o dia 28/10

 

Fonte: Portal da Transparência do Registro Civil e Estatísticas do Registro Civil – IBGE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *